10 junho, 2009

Detalhes em Ferro 6

Mais uma bonita porta com aplicações em ferro forjado.
Felgar, Rua Direita.

3 comentários:

Anónimo disse...

A porta da menina Nazaré.
Menina porque nunca casou, Nazaré de seu nome.

Domingo de Ramos, com o dito na mão, batia àquela porta: "Bom dia madrinha! Venho trazer o ramo." Dois beijos, o infalível folar e dois dedos de conversa e ternura. Que boas recordações!

Uma bonita imagem de um trabalho em ferro feito ainda sem recurso às novas tecnologias de soldagem com aparelhos eléctricos.
O fogo, o ferro, os rebites e sobretudo a arte dos ferreiros antigos do Felgar estão aqui presentes.

A. Manuel (Felgar)

Xo_oX disse...

Manuel, por detrás de uma porta fechada escondem-se sempre mil histórias, mas às vezes também as há mesmo à porta.
Que sorte, não tinhas que correr muito com o ramo na mão.
Os ramos tinham rebuçados?

Anónimo disse...

Não fosse a caixa do correio estar do lado esquerdo e a madeira pintada a vermelho,parecia ser a porta de minha casa em Felgar. Na travessa do olmo encontrará uma irmã gémea.
AC